terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

Sou estranho?

Será que sou o único a ter vários tipos de interesses que demandam tempo e tudo ao mesmo tempo?
Sou um cara que gosta muito de aprender e sempre me pego em busca de algo novo para estudar, adquirir novos conhecimentos em áreas que eu ainda não domino e depois passar a incorporar o que me é interessante ao meu dia a dia. Até aí, tranquilo, aprender nunca é demais.
O problema (?) foi quando parei para refletir nos especialistas de cada uma das coisas que estudo, os caras são bons, dedicaram anos para serem assim e aparentemente são muito focados apenas nesses temas. Eu, por outro lado, tenho interesse por vários temas, muitos que não tem relação nenhuma com os demais, e mesmo assim quero atingir um certo nível de habilidade.
Atualmente me interesso por futebol (paixão antiga), projetar (minha atual profissão), sobrevivencialismo, finanças, marcenaria, jardinagem, eletrônica, robótica, programação e história.
Em se tratando de futebol, atualmente estou treinador de uma equipe juvenil (sub-21) e só neste ano recebi mais 4 convites para treinar outras equipes. E olha que não sou nem bom...
Nos projetos, paixão antiga também, por incrível que pareça ainda estou no primeiro emprego e adoro essa tranquilidade que é fazer o que faço.
Nem lembro como comecei a me interessar por sobrevivencialismo, mas achei muito bacana algumas das idéias praticadas e continuo estudando sobre o assunto.
Finanças é outro tema que sempre gostei, às vezes paro, às vezes volto a estudar sobre o assunto mas é um tema que sempre acompanha o curso da minha vida.
Marcenaria veio do gosto que tenho em fazer coisas manuais, transformar as coisas. Tanto é que a única ferramenta elétrica que uso é uma furadeira.
Jardinagem veio da necessidade de transformar meu quintal que era só areia em algo mais belo e confortável. Após isso continuei e passei a me interessar por plantas úteis (horta e pomar).
Eletrônica também vem da infância, da vontade de desmontar as coisas e ver como funciona.
Robótica é meio que uma evolução da eletrônica com o auxilio de alguns filmes e desenhos da infância.
Programação veio da curiosidade em saber como raios funcionam os programas do meu dia a dia, e da necessidade de programar controladores para utilizar em robótica.
E história, saber como as coisas aconteceram, porque aconteceram e analisar cenários futuros.

Em cada um desses temas vejo pessoas muito boas, que como foi dito anteriormente tem muita experiência e se mostram focados no que fazem.
A dúvida é: " Eles só fazem isso?"; "Será que tem algum outro interesse ou habilidade que não demonstram?"; "Será que eu fui o único que não descobriu que o tempo limitado nos obriga a escolher?".
É complicado, mas enquanto puder, vou conciliando cada um dos meus temas de aprendizado e tentando correlacioná-los.

Nenhum comentário:

Postar um comentário